Notícias

REFORMA TRIBUTÁRIA: Simulação do relatório da Comissão Mista – Comitê Gestor (5)


15/02/2021 11:42:19 - Contábil

Newton Gomes e Júlia Gomes

15.02.2021

Há uma grande expectativa de que o parecer do relator da Comissão Mista seja apresentado logo após o carnaval, até o final de fevereiro.

Vamos dar sequência a esta série (Simulação do Relatório), na qual estamos tentando formatar o conteúdo do parecer que está em vias de ser divulgado, elaborado com base nas três propostas principais (PEC 45, PEC 110 e PL 3887).

Nos quatro Capítulos anteriores (I, II, III e IV), discutimos as seguintes propostas: I) Extinção de tributos; II) Transição; III – Características do IBS; e IV - Imposto Seletivo.  

Neste Capítulo V, discutiremos a figura do Comitê Gestor, ressaltando que o PL 3887 não prevê a instituição do Comitê Gestor, por que só trata da unificação do PIS e da Cofins, que são tributos administrados exclusivamente pela União.

CAPÍTULO V – COMITÊ GESTOR

PEC 45 - COMITÊ GESTOR – A PEC 45 prevê que a arrecadação do IBS e a distribuição da receita entre a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios serão geridas por um comitê gestor nacional, que será composto por representantes da União, dos Estados e dos Municípios, reforçando o caráter federativo do imposto. O comitê gestor será responsável também pela edição do regulamento do IBS e pela representação judicial e extrajudicial dos entes federativos nas questões relativas ao imposto. Ressalta-se que os técnicos do CCiF (autores do projeto original da PEC 45) estão propondo que o comitê seja renomeado para Agência Tributária Nacional – ATN,  pois o novo nome é mais compatível com a atuação e natureza jurídica da ATN, além de prevenir qualquer comparação equivocada com o comitê gestor do Simples Nacional.

PEC 110 - COMITÊ GESTOR DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA NACIONAL - A PEC 110 propõe, no art. 162-B, a criação o Comitê Gestor da Administração Tributária Nacional. Veja o texto: "Art. 162-B. Fica criado o Comitê Gestor da Administração Tributária Nacional, composto por representantes da administração tributária estadual, distrital e municipal para administrar e coordenar, de modo integrado, as atribuições previstas no presente artigo, cabendo-lhe estabelecer, nos termos de lei complementar: I - a instituição de regulamentações e obrigações acessórias unificadas, em âmbito nacional, e a harmonização e divulgação de interpretações relativas à legislação: II - a gestão compartilhada de banco de dados, cadastros, sistemas de contas e informações fiscais referentes aos tributos estaduais, distritais e municipais; III - a emissão de diretivas gerais para as autoridades tributárias estaduais, distritais e municipais; IV - a coordenação de fiscalizações integradas em âmbito nacional, bem como a arrecadação, cobrança e distribuição de recursos aos entes federados; V - os procedimentos a serem adotados para a implantação e funcionamento da Escola Nacional de Administração Tributária, visando a capacitação, formação e aperfeiçoamento, em âmbito nacional, das autoridades tributárias; VI - a forma pela qual seus dirigentes serão escolhidos pelos governadores dos Estados e Distrito Federal, prefeitos das capitais e demais Municípios.".

PL 3887 – No PL 3887 não há previsão de criação de um Comitê Gestor, pois o projeto trata apenas da unificação do PIS e da Cofins, ambos da competência da União e atualmente administrados pela Secretaria da Receita Federal.

POSSÍVEL SUGESTÃO DO RELATOR: A necessidade de criação de um órgão para administrar o IBS é inegável (um dos principais motivos, sem dúvida, é a aplicação do “princípio do destino”), razão porque o relator certamente optará por uma das duas formas previstas na PEC 45 e na PEC 110. A questão da denominação do órgão é muito importante, tanto que o CCiF já está sugerindo a mudança. Em relação às atribuições do órgão, certamente haverá debates na Comissão e o texto final acolherá mudanças em relação ao texto original.

No próximo artigo, abordaremos a CBS – Contribuição sobre as Operações com Bens e Serviços – da PEC 110, que é transitória.

Confira mais algumas de nossas últimas notícias


Utilize o campo de busca a seguir para encontrar notícias que não estão na lista acima.

Digite aqui o título ou parte dele para efetuar sua busca:

Próximas Transmissões no CANAL CPA
  • Tema: LIVE Instagram - Principais dúvidas sobre Diferencial de alíquotas x Antecipação tributária – O que recolher na aquisição interestadual

    Data: 22/04/2021

    Hora: 8h30 às 9h30

  • Tema: Reapresentação - Acidente do trabalho - Regras gerais

    Data: 23/04/2021

    Hora: 8h30 às 9h30

  • Tema: Seminário Mensal do Departamento Fiscal

    Data: 21/05/2021

    Hora: 8h30 às 12h00

Confira a seguir os cursos que acontecerão na CPA e faça sua inscrição!


Curso:

CURSO ONLINE - AO VIVO - Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais - LGPD - Reflexos nas áreas de Departamento Pessoal e Recursos Humanos

Data: 22 de abril de 2021, quinta-feira, das 13h às 17h30

Quem ministra: Fábio André Gomes


Quero me inscrever


Curso:

CURSO ONLINE AO VIVO - Analista Fiscal - ICMS, IPI, ISS, PIS e Cofins

Data: Aos sábados, dias 22 e 29 de maio, 12, 19 e 26 de junho, 03, 17 e 24 de julho de 2021, das 8h30 às 13h

Quem ministra: Andréa Giungi, Fernanda Silva e Nivaldo Figueiredo Santana


Quero me inscrever


Curso:

CURSO ONLINE AO VIVO - DCTFWeb - Análise das obrigações e cruzamento de informações do eSocial, EFD-Reinf e Dcompweb

Data: 30 de abril de 2021, sexta-feira das 10h às 13h e das 14h às 17h

Quem ministra: Rogério Andrade Henriques


Quero me inscrever


Trabalhe Conosco


A CPA está sempre em busca de novos colaboradores para sua equipe.



Área do Assinante




Login

Senha

Ferramentas CPA

Informe CPA

(para não assinantes)