Colunas

Jurisprudência - Juiz do Trabalho reverte em demissão sem justa causa dispensa a pedido de consultor de vendas

11/02/2019 - 10:19

Fonte: TRT10.

O juiz Osvani Soares Dias, em exercício na 3ª Vara do Trabalho de Taguatinga, reverteu em dispensa sem justa causa o desligamento a pedido de um consultor de vendas de uma empresa de telecomunicações. Segundo os autos, a reclamada informou a seus empregados que, por motivos de dificuldades financeiras, os salários passariam a ser pagos de forma parcelada e que, se o empregado não aceitasse essa condição, ia considerar a recusa como um pedido de demissão. Ao reconhecer a nulidade do alegado pedido de dispensa, o magistrado ressaltou que o que a empresa fez foi compelir seus funcionários a pedirem desligamento para economizar dinheiro que seria gasto com as rescisões.

Ao pleitear o reconhecimento da dispensa imotivada, o consultor conta que trabalhou para a empresa de maio a setembro de 2018, quando foi dispensado sem justa causa, sem aviso e prévio e, consequentemente, sem receber as verbas rescisórias devidas. Já a empresa sustenta que a dispensa se deu a pedido do próprio trabalhador e que, em razão do desconto do aviso prévio, o autor da reclamação não tem valores a receber.

Na sentença, o magistrado disse que a prova oral produzida nos autos revela que, durante o mês de agosto, a empresa passou por um período de 15 dias de total inatividade. Depois dessa parada, a empresa realizou uma reunião com os empregados para informar que estava passando por dificuldades financeiras e que, dali em diante, até a normalização da situação, os salários seriam pagos de forma parcelada. Ainda de acordo com a testemunha ouvida em juízo, os representantes da empresa informaram, na ocasião, que se algum empregado não aceitasse essa condição teria seu contrato de trabalho rescindido, a pedido.

Riscos

Para o juiz, eventual pedido de demissão feito nesses termos é completamente nulo. Os riscos do empreendimento sempre correm por conta do empregador. A reclamada, nessa reunião, pretendeu apenas transferir o risco do negócio aos empregados e economizar uma boa soma de dinheiro com as rescisões dos contratos de trabalho, compelindo aqueles que não aceitassem receber os salários de modo parcelado a pedirem demissão.

Cabe recurso contra a sentença.

Efetue sua busca em nossa base de Colunas

Digite abaixo o que você precisa consultar e clique em pesquisar para obter os resultados:

Próximas Transmissões no CANAL CPA
  • Tema: Ciclo de Estudo da Pessoa Física - Parte 7 - Pagamentos efetuados e deduções
    Data: 22/04/2019
    Hora: 08:30 às 09:30

  • Tema: Vale transporte - Regras gerais
    Data: 23/04/2019
    Hora: 08:30 às 09:30

  • Tema: Férias - Aspectos gerais e informação no eSocial
    Data: 24/04/2019
    Hora: 08:30 às 09:30

Confira a seguir os cursos que acontecerão na CPA e faça sua inscrição!


Curso:

DME – Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie

Data: 15 de maio de 2019, das 19h às 22h.

Quem ministra: Andréa Giungi


Quero me inscrever


Curso:

Iniciação no setor Fiscal – ICMS/IPI

Data: 20, 22, 24, 27 e 29 de maio de 2019, das 19h às 22h.

Quem ministra: José Alves Fogaça Neto, Fernanda Silva e Fábio Lopes


Quero me inscrever


Curso:

SPED Contábil - ECD 2018/2019

Data: 27 de abril de 2019 – das 8:30hs às 13:30h.

Quem ministra: Andréa Giungi


Quero me inscrever


Curso:

Analista Fiscal - ICMS, IPI, ISS, PIS e Cofins

Data: Aos sábados, dias 27 de abril, 4, 11, 18 e 25 de maio, 1, 8 e 15 de junho de 2019, das 8h30 às 13h.

Quem ministra: Andréa Giungi, José Alves Fogaça Neto, Fernanda Silva, Helen Mattenhauer e Fábio Lopes


Quero me inscrever


Trabalhe Conosco


A CPA está sempre em busca de novos colaboradores para sua equipe.



Área do Assinante




Login

Senha

Ferramentas CPA

Informe CPA

(para não assinantes)